A visualizar apenas posts colocados no ano de 2012

Em Julho de 2008 iniciei um projecto para criar um computador silencioso e de baixo consumo, mas que tivesse performance suficiente para jogar. Era arrefecido a água e bastante silencioso mas com o tempo foi-se tornado mais ruidoso e decidi começar de novo, mas optei pelo aircooling e pelo arrefecimento passivo de componentes.

Os resultados são surpreendentes!

Silent Life Project - Aircooled Stage

Primeiro devo explicar porque é que o meu computador se tornou cada vez mais ruidoso, até porque num vídeo que coloquei não se ouve nada. Tudo começou com os discos, depois de um Samsung ter avariado decidi usar dois em Raid1. O ruído aumentou assim como as vibrações e a performance não era a melhor por serem de 5400RPM.

Optei então por dois Seagate também de 2.5″ mas de 7200RPM. São considerados os discos mais silenciosos do mercado (tirando os SSD, óbvio) mas mesmo assim vibravam um pouco e a minha velhinha Chieftec já não estava nas melhores condições para absorver as vibrações.

A bomba de água já era antiga e começou também a fazer algum ruído e já não tinha o computador super-silencioso que tinha montando no inicio. Para ajudar à festa o meu depósito de água estalou e começou a derramar. Foi, literalmente, a última gota de água :lol:

A opção pelo Aircooling

O watercooling era a única opção para quem queria um computador silencioso e rápido. Felizmente as coisas mudaram e agora temos torres para arrefecer processadores com ventoinhas de 140mm e uma panóplia de produtos para arrefecimento passivo. Até fontes passivas com qualidade já existem no mercado.

O watercooling continua a ser mais eficiente e silencioso quando um computador está em full load, mas a manutenção associada e o ter que esvaziar o circuito sempre que é necessário efectuar alguma alteração acabam por ter um peso negativo que favorece o aircooling.

Voltei então à bíblia dos computadores silenciosos, o Silent PC Review, e comecei a escolher novamente os componentes a dedo. O primeiro passo foi optar pelo Artic Cooling Accelero S1 Plus, afinal se é passivo não faz ruído e os testes demonstravam que a gráfica se aguentava bem a 80º. Depois veio a indecisão do cooler para o processador, mas acabei por começar a pensar em trocar de caixa primeiro, afinal de contas se já não ia usar watercooling não precisava de ter uma caixa com janela para detectar fugas. Optei pela Fractal R3 e como iria ter uma caixa fechada pude finalmente escolher um cooler da Noctua para o processador, é que as ventoinhas são um bocadinho feias :lol:

Noctua NH-C12P SE14

Após muito pesquisar acabei por me decidir pelo NH-C12P SE14 da Noctua. É muito mais leve que o NH-D14 e ao levar apenas uma ventoinha faz menos ruído e consome menos energia. E com um processador como o E7200 com um TDP de 65W é mais do que suficiente.

Como a posição da ventoinha é mais “convencional” e aponta directamente para a motherboard sempre vai ajudar a arrefecer os componentes desta. E uma vez que a gráfica vai ficar em modo passivo vai ser uma boa ajuda para arrefecer aquela área.

O NH-C12P SE14 já instalado com a ventoinha de 140mm
O NH-C12P SE14 já instalado com a ventoinha de 140mm

A instalação é bastante simples e é compatível com vários sockets, incluindo os novos LGA2011. Fiquei um pouco de pé atrás com o facto do dissipador usar apenas dois parafusos para prender à backplate, mas fica bem preso.

Artic Cooling Accelero S1 Plus

Se o que queremos é silencio temos que optar por componentes silenciosos. E sem partes móveis o Artic Cooling Accelero S1 Plus é perfeito.

De inicio estava bastante apreensivo porque a gráfica é o componente mais quente do meu computador. Arrefecido a água chegava aos 42º a jogar, então em passivo iria ter a gráfica a chegar aos 90º. Como tinha o Turbo Module disponível decidi avançar com a compra e testar, e ainda bem que o fiz!

A instalação deste cooler é demorada por causa dos heatsinks para a RAM e a VR. Só para preparar a massa térmica adesiva da Artic Cooling são precisos 5 minutos e depois a gráfica tem que ficar umas 4 horas a curar o adesivo caso contrário não vai colar correctamente. Tirando isso é um óptimo produto.

Os heatsinks da RAM e VR na ATI HD3870
Os heatsinks da RAM e VR na ATI HD3870
Artic Cooling Accelero S1 Plus montado na HD3870
Artic Cooling Accelero S1 Plus montado na HD3870

Scythe Quiet Drive 2.5″

Depois de tudo montado a única coisa que ouvia em idle eram os discos. Comprar discos SSD estava fora de questão (700 Euros por 512GB :lol:) então optei por tornar os que tinha ainda mais silenciosos. Comprei dois Scythe Quiet Drive e deixei de ouvir os discos, apenas ouvia uma pequena vibração quando os discos estavam a ser usados com mais frequência.

Scythe Quiet Drive
Scythe Quiet Drive

Montei então os Scythe já de si silenciosos em cima de espuma e agora só consigo ouvir os discos de madrugada se tiver o ouvido quase encostado ao computador.

Fractal Design Define R3

Como a minha antiga Chieftec já não estava nas melhores condições pois tinha a frontal de plástico a vibrar decidi optar por uma caixa nova e já insonorizada. Se tenho o carro insonorizado porque não o PC?

Esta caixa já permite ter ventoinhas de 120mm em todo o lado, tem uma porta à frente que para mim é indispensável e tem um aspecto sóbrio e elegante. A caixa já trazia duas ventoinhas de 120mm mas claro está, tive que as trocar por umas Nexus D12SL ;)

A qualidade de construção da caixa é boa, apenas os painéis laterais pecam por serem demasiado “frágeis”, mas também venho mal habituado de uma caixa com laterais em aço japonês de 0.8mm. O espaço para a arrumação de cabos é bom, embora uma fonte modular ajude bastante.

Os acabamentos são excepcionais sem arestas vivas, com muitos sítios para colocar abraçadeiras a prender cabos e com bom aspecto no interior. Até os pés da caixa têm bastante borracha isolando vibrações. Nota-se que foi feita com gosto.

Duas Nexus D12SL a fazer intake
Duas Nexus D12SL a fazer intake

O único problema que tive foi para montar o Zalman MFC2 que teve que ficar recolhido para dentro da caixa porque a tampa não tem espaço suficiente para fechar.

Zalman MFC2
Zalman MFC2

A fonte de alimentação continua a ser a Seasonic S12-500w, mas como a ventoinha original começou a fazer uns cliques irritantes substitui-a por uma Nexus D12SL ligada directamente ao controlador da própria fonte que a tem sempre a rodar a uma velocidade lenta. Pena não ser modular pois ajudava bastante a reduzir o número de cabos mas como os consegui arrumar de forma a não prejudicar o airflow não vou trocar de fonte.

Visão geral do interior da caixa
Visão geral do interior da caixa

Testes e resultados

O computador tem no total 5 ventoinhas, 4 Nexus de 120mm e uma Noctua de 140mm. Tirando a ventoinha controlada pela fonte de alimentação as restantes estão a 360rpm. Com a temperatura ambiente a 21º o processador anda nos 32º e a gráfica nos 40º em idle. Se abrir um vídeo em 1080p a gráfica sobe apenas 2º.

Se colocar as ventoinhas no máximo consigo temperaturas tão boas como com watercooling, mas com mais ruído. O grande teste foi abrir o F1 2011 e deixar o jogo a correr no menu que curiosamente produz mais calor do que a jogar :lol:

O computador ficou ali cerca de 30 minutos com as ventoinhas a 360rpm (inaudível portanto) e as temperaturas máximas foram de 46º para o processador e 70º para a gráfica. Assim que começava a jogar reduzia a carga e a gráfica descia para os 62º sem mexer nas ventoinhas.

Visão geral do exterior da caixa
Visão geral do exterior da caixa

O melhor de tudo é que só sei que o computador está ligado porque tenho o led no topo porque está inaudível ;)

Acabados de entrar em 2012, vamos ver o que mudou na forma como os portugueses navegam na web. E as prendas de Natal já começam a fazer efeito.

Estatísticas

 

Browsers
Browsers

Nos browsers temos agora o Firefox e o Chrome lado a lado. Se contabilizarmos apenas o último mês de 2011 o Chrome passou a ser o segundo browser mais utilizado.

A percentagem de utilizadores com Safari subiu, enquanto que o Opera perdeu utilizadores.

Boas notícias do lado da Microsoft, o IE6 conta só com 1.1% de utilização. Com as actualizações automáticas do Internet Explorer este número deverá descer.

Sistemas Operativos
Sistemas Operativos

Nos sistemas operativos o Windows 7 continua a ganhar terreno. O número de utilizadores com Android e iOS continua também a subir, obrigando os developers a pensar no desenvolvimento para dispositivos móveis.

Resoluções
Resoluções

Nas resoluções não existem grandes diferenças. A resolução de 1024×768 desceu para o terceiro lugar, mas continua com 15%.

 
Copyright © 1985 - 2017 Eduardo Maio. Alguns direitos reservados.
eduardomaio.net - Às vezes mais valia ser Agricultor do que Programador
Ao navegar no blog eduardomaio.net está a concordar com os termos legais e de privacidade.