Alojamento Web – Como escolher um alojamento

Registamos um domínio e vamos dar início a um novo projecto online, provavelmente o primeiro. Chega a altura de fazer uma escolha difícil: qual o fornecedor de alojamento web escolher?

As escolhas são muitas, do nacional ao estrangeiro e do caro ao barato. Existe mercado para todos e cada solução deve ser estudada de acordo com o tipo de projecto a desenvolver.

Servidores Dell

Regra geral todos começamos por baixo, o meu primeiro site até foi alojado num espaço gratuito fornecido pela Netc, mas isto em 1999 e apenas estava a dar os primeiros passos. Hoje em dia qualquer projecto que se preze e que queira ter algum sucesso e possibilidade de evolução necessita de um domínio próprio e um serviço de alojamento profissional.

Existem actualmente na maioria dos fornecedores web 3 ou 4 tipos de alojamento. Temos os serviços de alojamento partilhado, os serviços de servidores virtuais (VPS) e semi-dedicados (VDS) e por fim os servidores dedicados.

Alojamento Partilhado
O alojamento partilhado é o serviço de baixo custo. Estamos a falar de uma máquina que pode ser partilhada por vários clientes (valores a rondar as centenas), os recursos são limitados pois são partilhados por todos os clientes e não existe uma isolação entre domínios. Por exemplo se um cliente tiver um site que use bastantes recursos os restantes sites naquela máquina irão ficar lentos.

Existem alojamentos que limitam o número de domínios por máquina, usando esse valor a seu favor, no entanto nestes casos os serviços de alojamento têm um custo superior.

Neste tipo de alojamentos o acesso ao ambiente da máquina é extremamente limitado e não é possível efectuar alterações nas configurações do servidor.

Servidor Virtual (VPS)
O serviço de VPS (servidores virtuais) está acima de um alojamento partilhado pois permite um acesso remoto à máquina, a instalação de aplicações e configuração especifica. São em percentagem mais dispendiosos que os serviços de alojamento partilhado, no entanto possuem recursos dedicados para o cliente, além de mais espaço em disco e tráfego superior.

Os VPS permitem ter o ambiente de um servidor dedicado, no entanto os recursos são menores. Alguns hosts garantem 256MB de RAM e uma percentagem dos recursos do CPU, existindo no entanto alguns recursos partilhados entre clientes. Estas máquinas têm menos utilizadores alocados e são suficientes para a maioria dos projectos.

Servidor Semi-Dedicado (VDS)
Um VDS é um servidor dedicado virtual (Virtual Dedicated Server) ou semi-dedicado. Funcionam da mesma forma que um VPS, no entanto os recursos disponibilizados são superiores e não existe partilha de recursos entre os utilizadores da máquina, funcionando em ambientes isolados. São máquinas que normalmente possuem entre 4 a 8 clientes, sendo um bom compromisso para um projecto que necessite de muitos recursos mas que não justifique o investimento num serviço de alojamento dedicado.

Servidor Dedicado
Melhor que um servidor dedicado só vários servidores dedicados. O servidor dedicado consiste numa máquina física totalmente dedicada a um cliente, todos os recursos que a máquina tiver são alocados àquele cliente sem limitações. Permitem um nível de configuração superior com a escolha de mais RAM, processador superior ou sistemas de Raid.

Claro que estes sistemas têm um preço elevado, no entanto são um investimento seguro para que tem um ou vários sites rentáveis e que necessitam de um acesso rápido.

Qual se adequa ao meu projecto?
Dependendo do tipo de projecto, normalmente um bom ponto de partida é um serviço de alojamento partilhado e conforme as necessidades ir evoluindo para outros serviços. É claro que um bom serviço de alojamento web tem o seu custo e se queremos uma taxa elevada de disponibilidade e um acesso rápido temos que investir.

Efectuar um desenvolvimento ponderado e com a poupança de recursos em mente é um bom ponto de partida para evitar um acesso lento num servidor mais sobrecarregado.

Além destes pontos é também de considerar o sistema operativo (Linux/Windows) do serviço conforme o tipo de programação utilizada. Depois temos também o tipo de painel de controlo utilizado, mas este tema puxa mais pela opinião pessoal de cada um.

 
Copyright © 1985 - 2017 Eduardo Maio. Alguns direitos reservados.
eduardomaio.net - Às vezes mais valia ser Agricultor do que Programador
Ao navegar no blog eduardomaio.net está a concordar com os termos legais e de privacidade.