DiRT 3 não é grande coisa como jogo de rally

Para fazer uma pausa do TDU2 comprei o DiRT3. Após ler algumas reviews e ver alguns vídeos no Youtube pensei que este seria um bom jogo de rally. Afinal enganaram-me!

Gymkhana no DiRT 3

O primeiro jogo que comprei para PC (que ainda o tenho na caixa original) foi o Network Q RAC Rally Championship, isto em 97 ou 98 com o fantástico Impreza na capa e com a voz de Tony Mason como co-piloto. Já na Saturn o Sega Rally foi o primeiro jogo que veio com a consola quando a comprei.

Mas sendo um petrolhead é normal que me agarre a jogos de carros. E a Codemasters tem bastante experiência em jogos de carros, não nos podemos esquecer dos TOCA e do fantástico GRiD. Mas as coisas correram mal com o DiRT 2 com modos de jogo um pouco enfadonhos que são mais apreciados pelos jogadores da terra dos muscle cars.

Ora, pelas reviews dava ideia que o jogo era só rally com um pouquinho de nonsense dos X-Games e a treta do Gymkhana e do Ken Block.

No inicio realmente era assim, mas começou cada vez mais a ser X-Games, Gymkhana e cada vez menos rally. O resultado é que joguei pouco mais de 18 horas e já me fartei do jogo :x

O jogo tem pontos positivos, a banda sonora é fantástica e o modo Gymkhana até é interessante durante os primeiros 5 minutos, mas como jogo de rally deixa muito a desejar.

A conclusão que tiro daqui é que quem anda a fazer reviews a jogos de carros não gosta muito de conduzir. Já no último NFS Hot Pursuit em nenhuma review que li se queixavam que o jogo não deixava jogar com caixa manual. Acho que me devo dedicar ao Test Drive Unlimited ou então comprar uma PS3 para jogar GranTurismo.

Posts relacionados
F1 2011 é um jogo a sério
 
Copyright © 1985 - 2017 Eduardo Maio. Alguns direitos reservados.
eduardomaio.net - Às vezes mais valia ser Agricultor do que Programador
Ao navegar no blog eduardomaio.net está a concordar com os termos legais e de privacidade.