O automóvel e as novas tecnologias

O mercado automóvel normalmente anda uns anos atrasado em relação às últimas tecnologias relacionadas com computadores e smartphones. Provavelmente o smartphone que tens no bolso tem mais funcionalidades e uma capacidade de processamento superior ao sistema de navegação mais avançado actualmente disponível num carro.

Mas isto está para mudar.

Range Rover

O Jeremy Clarkson do Top Gear disse uma vez que para termos noção do que vai sair no nosso carro daqui a uns anos temos que olhar para o Classe S actual da Mercedes. Hoje em dia já não é bem assim.

A OnStar com o Chevrolet Volt (o nosso Opel Ampera) tem um sistema que permite a comunicação entre o carro e um smartphone. Uma aplicação para Android permite obter a localização actual do carro, a carga da bateria, ligar o carro, abrir os vidros e até enviar um destino directamente do Google Maps para o GPS do carro.

Claro que esta tecnologia apenas está disponível em carros novos com preços pouco acessíveis, mas com o tempo ficam disponíveis em novas viaturas ou até no mercado de viaturas de ocasião que saiam para o mercado com estas tecnologias.

Mas será que todas estas novas tecnologias nos automóveis são úteis? Um touch-screen num automóvel não faz sentido, um sistema de GPS que não permita pré-seleccionar um destino idem. Ninguém quer conduzir a olhar para um ecrã ou a tentar escrever uma morada para que o GPS nos indique o destino.

Sistemas como o iDrive da BMW permitem uma navegação rápida e simples ao contrário de um touch-screen, e a inclusão do Android ou de uma pesquisa por locais do Google num telefone é interessante. Se tivermos um cartão gémeo no automóvel podemos ter uma ligação à Internet por 3G ou 4G que permita o acesso a estes conteúdos.

E o próprio Google parece ter algum interesse no mercado automóvel, estando a investir em automóveis que se conduzem sozinhos, algo que a Volvo e Volkswagen já tentaram. Pessoalmente espero que nunca removam o condutor de ter controlo do automóvel, afinal de contas o interesse pelos automóveis é a sua condução e não o facto de serem um mero meio de transporte de A a B.

 
Copyright © 1985 - 2017 Eduardo Maio. Alguns direitos reservados.
eduardomaio.net - Às vezes mais valia ser Agricultor do que Programador
Ao navegar no blog eduardomaio.net está a concordar com os termos legais e de privacidade.