O Grand Theft Auto é terapêutico…

Existem actualmente três jogos que não saem do meu Steam: GTA Vice City, GTA IV e Race Driver: GRID. Normalmente por esta altura jogo sempre Vice City, é um jogo que gosto e para passar o tempo é do melhor.

Desta vez decidi antes voltar a jogar Grand Theft Auto IV, e olhem que o jogo é terapêutico! Ajuda a libertar o stress e evita que ande por aí aos tiros na vida real :lol:

Grand Theft Auto IV

Sempre fui fanático por jogos de carros mas nunca gostei de estar limitado a pistas. Quando comecei a jogar GTA (o primeiro) tinha um novo tipo de jogo onde andava para todo o lado de carro com liberdade total. Fiquei viciado, principalmente quando saiu o Vice City!

Mas no GTA IV, apesar de ter menos espaço que o San Andreas, tem um guião interessante e muita coisa por explorar. Depois com os objectivos da Xbox Live (ou Games for Windows: Live) ainda se torna mais interessante voltar a jogar e completar alguns dos objectivos. Ainda hoje, mais de um ano depois, desbloqueei o objectivo Liberty City Minute onde tinha que acabar o jogo em menos de 30 horas.

Estou agora tentado a adquirir a expansão Episodes From Liberty City que contém o The Lost and Damned e The Ballad of Gay Tony.

 
Copyright © 1985 - 2017 Eduardo Maio. Alguns direitos reservados.
eduardomaio.net - Às vezes mais valia ser Agricultor do que Programador
Ao navegar no blog eduardomaio.net está a concordar com os termos legais e de privacidade.