Os 10 erros mais comuns sobre computadores nos filmes

Quando vejo um filme que meta computadores ou algo relacionado com a informática (principalmente hacking) encontro sempre os mesmos erros vezes e vezes sem conta. Até parece que em Hollywood a malta dos efeitos especiais não usa computadores.

Aqui fica a lista com os 10 erros técnicos mais comuns nos filmes onde aparecem computadores.

Access Granted

1 – A Mainframe
Sempre que um hacker tenta fazer algo a um sistema, empresa ou governo tem que entrar na Mainframe. Mais curioso é que a Mainframe é sempre acessível do exterior, seja pela Internet, por uma ligação wireless ou ligando o modem 56Kbps de um portátil a uma caixa no exterior do edifício que dá acesso à sua ligação telefónica.

2 – A Firewall
A firewall, bom, é mesmo uma parede virtual feita de tijolos. Acho que foi no filme Hackers, já não tenho a certeza, que além da firewall ser uma parede de tijolos, esta era atacada por bolas de fogo! E o responsável pela segurança reconstruía a parede, curiosamente com o teclado e não com um balde de massa. No final o vilão entrou na Mainframe (só podia) através do buraco feito na parede.

3 – Usar só o teclado e teclar depressa
Não interessa que tipo de sistema é, mas se a personagem precisa de entrar num sistema ou criar um vírus vai usar apenas o teclado, os ratos são para meninos. Depois teclam tão depressa tão depressa que conseguem criar um novo sistema operativo em 60 segundos. Ainda gostava de saber que teclados usam ou que tipo de código programam que não precisam de usar a tecla shift ou a barra de espaços.

4 – Access Denied / Access Granted
Seja uma base de dados super-secreta dos serviços militares ou um site de compras online, sempre que colocamos uma password errada o ecrã vai ficar vermelho e em letras garrafais a frase “Access Denied” vai aparecer no ecrã a piscar. Se conseguirmos o acesso o ecrã vai ficar verde com a frase “Access Granted”, sim porque sempre que fazemos login num site vamos ficar 5 segundos a olhar para um ecrã verde. Yay, acertei no meu nome de utilizador e palavra-passe outra vez.

5 – O herói consegue usar qualquer sistema na hora
Vou entrar num sistema árabe acabado de ser programado para encontrar os planos secretos. Isto é fácil, uso o teclado, escrevo uns quantos comandos e aqui está… Nem foi preciso aprender como funcionava aquela sistema que nunca vi na vida, no mundo dos filmes todas as aplicações são standard seja aqui ou numa nave extraterrestre.

6 – Todos programam da mesma maneira
Se me derem um sistema programado por outra pessoa vou perder algum tempo a perceber como funciona, então se for um sistema complexo para lançar um ataque nuclear se calhar é melhor se sentarem. Mas nos filmes não, toda a gente sabe como os sistemas foram programados e como é que os podemos desactivar.

7 – Vou atacar o teu país daqui a 60 segundos
Será que o vilão pediu explicitamente ao programador que fizesse um sistema para iniciar um ataque nuclear noutro país, mas pelo sim pelo não, meter um temporizador de 60 segundos não fosse ele mudar de ideias?

8 – Zoom super avançado
Tiraste uma foto com um telemóvel numa resolução extremamente baixa e queres identificar alguém? Não tem problema, fazemos zoom a 7500% sem perder qualidade, focamos o reflexo na retina de uma pessoa na foto e o nosso software super avançado vai criar uma imagem que mostra o que aquela pessoa estava a ver. A foto tem tanta qualidade que até podemos mandar fazer impressões de grande formato se quiserem.

9 – You’ve Got Mail
Que bom que é, vivemos num mundo onde todos usam programas para ver email, ninguém recebe spam e sempre que temos um email novo o nosso computador diz You’ve Got Mail.

10 – Barras de carregamento e sons
É de mim ou sempre que abro um programa nunca recebo uma barra de carregamento e este não faz nenhum som quando acaba de carregar? E que raio de sites bancários existem em Hollywood que, quando alguém faz uma transferência de dinheiro, aparece uma barra de progresso que demora uma eternidade? Será que estão a enviar scans das notas pela net?

 
Copyright © 1985 - 2017 Eduardo Maio. Alguns direitos reservados.
eduardomaio.net - Às vezes mais valia ser Agricultor do que Programador
Ao navegar no blog eduardomaio.net está a concordar com os termos legais e de privacidade.