Windows 7, o verdadeiro substituto do XP

Finalmente a Microsoft acertou e conseguiu lançar um substituto para o Windows XP e compensar pelo erro que foi lançar o Vista tão prematuramente.

Este novo sistema operativo está tão bom que me convenceu em poucas horas a começar a fazer as malas e dizer adeus ao XP no meu desktop.

Windows 7

O Vista, o Aero e os problemas de som
O Vista quando saiu deixou-me boquiaberto com todos os efeitos do Aero, mas verdade seja dita que a funcionalidade do Aero não era muita. Tinha bom aspecto, é certo, mas comparando com o XP não tinha nada que me fizesse mudar, bem pelo contrário. O XP simplesmente era good enough, e se um programa funciona e é leve, nada me faz mudar para um programa igual mas que usa mais recursos.

Mas o meu maior problema nem estava aí, sou audiófilo por natureza, e quando o Vista saiu existiam vários problemas de drivers, incluindo os da Creative Audigy 2 pois não possuíam EAX nem o respectivo equalizador. Tentei uns drivers que supostamente colocavam toda a qualidade de volta no Vista, mas após várias tentativas de equalização desisti. O som não tinha brilho e o grave parecia que tinha fugido para a partição do XP.

Ora, se faço tudo o que faço no XP e neste consigo ter som com qualidade porquê mudar para o Vista? Foi o novo ME mas com um aspecto decente.

Windows 7, o Service Pack 2 do Vista
Todos sabemos que o Windows 7 é o Windows Vista melhorado, todas as coisas irritantes que não funcionavam no Vista foram substituídas, o desempenho está melhor e o sistema mais estável, mas “por baixo do capot” continuam várias peças do Vista.

Aliás, basta entrar na consola de recuperação para verificar que a barra de carregamento é a mesma do Vista, como muitos screenshots por essa net foram mostraram nos primeiros Release Candidates.

O novo Aero e a nova Taskbar no Windows 7
Existem funcionalidades em certos programas que tornam a minha vida profissional mais fácil. Ora, no Windows 7 essas funcionalidades são a nova Taskbar e o Aero.

A Taskbar é fantástica, limita-se a mostrar os ícones de cada aplicação permitindo mais aplicações abertas ao mesmo tempo sem confusão. Permite-me ainda ordenar cada programa à minha maneira, algo que sempre quis fazer. Juntando a isso o facto de com o Aero poder visualizar o conteúdo de cada janela/tab aberta naquele programa faz com que saltar de aplicação em aplicação não seja uma tarefa de trial and error como antigamente.

Depois o Aero Snap, poder trabalhar com dois programas abertos lado a lado de forma fácil é um must have. É certo que sempre o pude fazer noutros sistemas operativos, mas nunca de uma forma tão simples, basta clicar e arrastar para o lado!

O Aero também tem outras coisas engraçadas como abanar a janela e minimizar as restantes, mas isso é algo que para mim já não terá grande utilidade.

Consumo de energia do Windows
Como me preocupo com o consumo energético dos equipamentos aproveitei a informação do Zalman ZM-MFC2 e fiz alguns testes de uso de electricidade nos vários Windows em Idle.

Consumo de energia do WindowsO gráfico pode parecer preciosista pois as diferenças são de 1w a 2w em Idle, mas servem para mostrar que existem realmente diferenças.

Curiosamente o Vista mostrou diferenças com ou sem o Aero ligado, já no 7 não existiu qualquer oscilação no consumo.

O meu espanto foi com o 7 com o Aero ligado e o EPU-6 configurado onde conseguiu um consumo de energia inferior ao XP.

Windows 7 é uma lufada de ar fresco
O Windows 7 saiu tão apelativo que rapidamente o número de utilizadores online a correr o 7 superou o número de utilizadores em conjunto a utilizar qualquer versão do Mac e a sua aceitação está a ser bastante superior que o Vista, não só por consumidores particulares mas também por empresas. Até no meu local de trabalho já existem máquinas com Windows 7, quando todas corriam o XP.

Eu cá vou aproveitar para migrar do XP para o 7 no meu desktop.

Actualização a 31/01/2010:
Verifiquei que me enganei ao configurar o EPU-6 e coloquei uma redução de velocidade de apenas 3% quando no XP esta redução se encontrava a 10%. Após alteração o consumo passou para 113w em idle, menos 2w que o valor que tinha indicado anteriormente.

E que agradável surpresa, o Windows Media Player no 7 trás uma das melhores músicas do Mr. Scruff

 
Copyright © 1985 - 2017 Eduardo Maio. Alguns direitos reservados.
eduardomaio.net - Às vezes mais valia ser Agricultor do que Programador
Ao navegar no blog eduardomaio.net está a concordar com os termos legais e de privacidade.